A crise econômica que o Brasil enfrenta é real e com a Pandemia da Covid-19, ficou ainda pior.

Mas a administração de Tapiratiba não para, são diversas melhorias que estão acontecendo em nossa cidade, entre elas, a construção da UBSF Dr. Maurício Motta Pacheco na Avenida da Saudade, nº 23, próximo a Secretaria Municipal de Educação.

Esta UBSF, atenderá os munícipes dos bairros Jardim Soledade, Dr. Beca e Mário Covas.

Na tarde de ontem, 27/04, aconteceu o processo licitatório da UBSF que será construída no lote paralelo as ruas Sebastião Oséias da Silva e rua Bertoldo Custódio Dias, que atenderá os munícipes dos bairros, Santa Deolinda, São Francisco, Santa Clara e Vila Mariana.

A Prefeitura Municipal de Tapiratiba estará realizando uma grande ação de combate a Dengue.

Sábado, dia 02 de Maio, descarte todo e qualquer recipiente que possa acumular água (pneus, pratos de plantas, latas, potes, frascos, ou seja, tudo que possa acumular água).

Elimine somente potenciais criadouros do mosquito transmissor da Dengue.

O caminhão irá retirar em frente a sua residência.

Os Agentes do ESF passarão nas residências orientando.

Vamos unir  forças, Prefeitura Municipal  e população, e continuar a luta contra a Dengue.

Depois do arrastão, os veículos da Sucen e Prefeitura Municipal aplicarão inseticida para controlar os mosquitos já adultos.

Lembre-se: A Dengue pode Matar!!!

Realização: Prefeitura Municipal, Vigilância Sanitária/ Controle de Vetores, Vigilância Epidemiológica e ESF.

A Vigilância Epidemiológica Municipal esclarece que os idosos continuam recebendo a vacina contra a gripe nas suas residências. Esse trabalho vem sendo realizado com a ajuda das unidades de Estratégia de Saúde da Família do Centro, Cecap, Soledade e Renascer, que até o momento já vacinaram 1.733 idosos.

A Vigilância Sanitária recomenda a todos os munícipes que respeitem o isolamento domiciliar e quando for necessário sair de casa para realizar alguma tarefa, IR APENAS 1 (UMA) PESSOA DA FAMÍLIA QUE NÃO SEJA DO GRUPO DE RISCO CITADO ABAIXO:

- Idosos com mais de 60 anos;

- Pessoas que possuam doenças crônicas como diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares, insuficiência renal crônica, doença respiratória crônica.

Qualquer pessoas que se identifique com o grupo de risco citado acima ou apresentem qualquer sintoma como febre, tosse ou dificuldades para respirar, devem permanecer em casa.